Eugène Ionesco

Romeno de nascimento, Ionesco naturalizou-se francês e se tornou conhecido como autor de peças de teatro em Paris. Embora considerado o pai do teatro do absurdo, ele rejeitou a definição, explicando: “É uma definição imprópria. Meu teatro trata da condição humana. É um teatro realista”. Em 1970, entrou para a Academia Francesa de Letras.



Obras do autor

A lição / As cadeiras

Os Grandes Dramaturgos 2