Qorpo-Santo

O brasileiro José Joaquim de Campos Leão adotou o pseudônimo de Qorpo-Santo por se considerar divino. Maníaco-obsessivo, escreveu a maior parte de seus textos durante uma grave crise psíquica, em 1866. Neles, cada personagem surge como um veículo de sua vingança contra o meio social e os desajustes humanos.



Obras do autor

As Relações naturais e outras comédias

Os grandes dramaturgos 3